Nus ficavam seus avós!

Despidas de preconceito, revistas de nudismo dos anos 50 promoviam o naturismo no Brasil.

Na década de 50, médicos, jornalistas e generais tentaram trazer os campos de nudismo europeus para nossas praias e também para páginas de revistas.

Uma década antes da revolução sexual, eles sofreram na pele o preconceito contra a defesa de uma relação mais livre com o corpo. Andar pelado dentro de casa desde que completou 8 anos de idade, no já distante ano de 1945, não chegava a incomodar os pais do futuro jornalista e biólogo carioca Paulo Pereira da Silva.